Google+ Followers

domingo, 25 de novembro de 2012

Entre Vidas






Procurei nos rostos que a vida me trouxe
Aquele que a saudade diz-me existir
Procurei tanto o teu rosto
 Que te via chegar nas neblinas mornas do ocaso
E perdia a razão embebida na saudade de vidas ancestrais

Talvez por não te conhecer nesta vida  
A chama que te criou em mim
Não me deixa morrer sem te amar

Não sei a hora, mas sei o tempo, que encontrarei o teu vulto
E a névoa findará num sopro morno de sol
Onde o balsamo da tua pele me despertará
Deste sono anónimo que me escondi
 
E o poeta chamar-te-á sol
E eu:  luz



25 comentários:

  1. Estou à espera do mesmo, mas não sei será neste tempo se noutro. Bonito poema.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. um poema de amor e bonito.

    podemos ler este poema de duas maneiras ou seja de baixo para cima e não lhe tira o sentido.

    fica apenas outro poema.

    gostei muito.

    beijo


    ;)

    ResponderEliminar
  3. Minha querida

    Um belo e doce poema de amor...uma espera saudosa.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  4. "Vamos cinzelar o vazio,
    pintar o universo, acender as estrelas" e viver " entre as vidas " sempre procurando o amor...buscando o sol e repartindo a sua luz. " não sei a hora", mas sei o tempo que tenho; nunca é muito para aproveitar bem, nestas diferentes vidas que a vida nos dá a cada momento que vivemos. E nos rostos que a vida nos trouxe...que ela ainda nos traz procuramos sempre aquele que nos traga amor...que nos console com o seu olhar terno...que nos deixe sempre, pelo menos, um belo sorriso; pode ser de amor...de amizade...brilhante de sol . Amor...sol...poesia...vida; tudo isto é vida. Saibamos vivê-la!
    Um beijinho, amiga e parabéns pela poesia sempre tão bela. Desejo-te uma boa noite e amanhã um da cheio de amor...de sol...de luz.
    Emília

    ResponderEliminar
  5. Mistérios que não o são nas razões que nos trouxeram a essa vida. Bjs.

    ResponderEliminar
  6. Segui a sugestão da Piedade, e li de baixo para cima. E realmente também esse poema é lindo! Parabéns pelas palavras e também pela escolha da foto, de que gostei muito.

    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
  7. Gostei do poema.

    Andamos sempre prucrando akfuma coisa...

    Um abraço, Rita

    ResponderEliminar
  8. E que enfim logo encontre esse rosto,,mate essa saudade e clareie essa luz...beijos de boa semana pra ti amiga...

    ResponderEliminar
  9. Um poema cheio de esperança e de luz.
    Alguma coisa nos diz o que as palavras escondem.

    ResponderEliminar
  10. um sentimento que se revela na mais bela forma de expressar... Poesia...!!

    até

    ResponderEliminar
  11. bonito, com sul, luz e amor.

    abraço Rita

    ResponderEliminar
  12. Um poema muito belo!
    Gostei muito.

    Beijinhos
    Sónia

    ResponderEliminar
  13. Luz e Sol que coisa linda
    adorei esse poema é fantástico
    Deixo um abraço carinhoso
    Bjuss
    Rita!!!!!

    ResponderEliminar
  14. Um bom final de semana pra ti minha amiga,,,beijos.

    ResponderEliminar
  15. Minha querida

    Por vezes mesmo sem ver sentimos a presença que em pensamento chamamos.
    Lindo e profundo sentir.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  16. Inventei a ironia numa toada de vento
    Roubei as asas a uma gaivota azul
    Colei-lhes um poema cheio de penas
    E enviei-o para uma tonta do sul

    Inventei um mar numa bola de sabão
    Roubei uma corda forte e boa
    Atei um rol de mágoa à mesma
    E afoguei-as nas águas de uma lagoa

    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  17. Não há sonho anónimo que nos esconda para sempre...
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Rita, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. RITA venho agradeçer a visita e venho deixar um beijinho e a minha Amizade /

    (Por lapso coloquei a mensagem para a Tétis Agradeço que anules..Um beijo)


    A amizade é uma coisa
    Que chega e muitas vezes vai.

    É difícil ficar... é difícil estar
    Mas... olhamos e sabemos...

    Sabemos que o amigo
    És mesmo tu...

    Que esperas por mim
    E me levas contigo...

    Não me deixas chorar
    Pois choras por mim...

    Estás sempre alerta
    A qualquer hora me acodes...

    E em todo o momento
    Mesmo que não estejas...

    Eu sei que estás...
    Porque te sinto... AQUI!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar