Google+ Followers

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Um novo mundo





Sei que um dia existirá um novo mundo

Aquele onde a sabedoria dos índios renascerá

E a dança dos homens ao som do canto das baleias

Trará os templos da Atlântida


No novo mundo

as pérolas brilharão no olhar da humanidade

Em harmonia com a perfeição do cosmos

Tudo se iluminará ao ritmo perfeito das estrelas


Numa nova terra, com novos mares

Onde o bálsamo das flores desperta o coração dos homens

Queima-se a ignorância, o mal e o medo

Liberta-se o amor e tudo se integra

Na mais completa harmonia Universal


11 comentários:

  1. Que esse mundo traga também um ser humano novo, caso contrário estraga tudo mais uma vez, Rita.

    abraço

    ResponderEliminar
  2. Um poema cheio de esperança.
    que assim seja Rita
    beijinhos´
    :)

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, Rita
    Ainda que esse mundo apenas possa existir no mundo da Utopia... sonhar é preciso, já que "o sonho comanda a vida".
    E se deixamos de sonhar... não vale a pena viver.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  4. Um poema cheio de esperança, Rita. Estamos a precisar tanto dela. E é verdade que sempre um sonho nos arrasta e não queremos perder o direito de sonhar...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Lindo sonho em forma de poesia.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  6. Que é feito de ti, Rita...
    todos esperamos esse novo tempo e essa nova terra.

    beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Cá estou eu depois de uma grande usência, tanto minha quanto tua, mas o que importa é que voltámos. E será que algum dia veremos esse mundo? Um mundo de homens com coração repleto de humanidade. A esperança tem que se manter enquanto a vida nos permitir viver este mundo, apesar de cada vez nos sentirmos mais desanimados a esse respeito. Obrigada, Rita, pelas belas palavras nas quais devemos refletir. Beijinhos e fica bem
    Emilia

    ResponderEliminar
  8. Vamos blogar Rita? fazes falta...
    um recanto tão lindo!

    ResponderEliminar
  9. Olá, querida Rita...

    Como tens passado? Aqui, tudo razoável.

    Fico à tua espera no sítio do costume.

    Beijinhos e escreve, pke a tua escrita encanta e lucidez tens em excesso.

    ResponderEliminar
  10. Belo este hino à esperança...
    abraço *

    ResponderEliminar