Google+ Followers

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Carnaval

Imagem da Internet


Um dia chegaste trajado de Pierrot ao som de um samba melancólico. Trazias no peito a rosa brava e no coração o carnaval. Chegaste vestido de inocência, caminhando na praça com graça, a lágrima traçada no rosto.

Falaste-me dos carnavais do mundo, aqueles que te fizeram vestir camuflado de alegria, dentro de trajes de lantejoulas.

Um dia, num qualquer sambódromo do mundo o carnaval te levou. E eu trajei-me de Columbina.

13 comentários:

  1. Sempre escritos pintados de Saudade...

    abraço Rita

    ResponderEliminar
  2. Olá, querida Rita!

    Um texto muito bem escrito e muito a propósito, também, da época que se avizinha.
    É assim! Um dia chega alguém à nossa vida, trajado de Pierrot e conta-nos como têm sido os seus "carnavais". Tem usado quase sempre fantasias, como a maior parte de nós.
    Um dia partiu e "tu" vestiste-te de columbina para compensar e para estares, simbolicamente, com ele.

    Bom carnaval e beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. A descansar ou na balada, não esqueça de celebrar a vida. Bom final de semana e um ótimo carnaval.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  4. somos carne e às vezes o sangue dói


    um abraço, Rita

    ResponderEliminar
  5. Um texto maravilhoso! Os encontros e desencontros no carnaval da vida...
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. E sendo o carnaval uma festa dedicada à alegria, claro que ela não pode faltar na praça, nas ruas, nos grandes sambodromos e nem mesmo no aconchego de qualquer lar. Ela tem de ir a festa e la vai ela, trajando as mais variadas vestes, sejam elas cobertas de lantejoulas, ou simples trapos cobrindo o corpo. A alma se esconde atrás da máscara camuflando a tristeza que decididamente não pode acompanhar a folia. Gostei deste teu carnaval, um misto de alegria e tristeza e me pergunto: não serão assim todos os carnavais, Rita, obrigada pelo belo momento. Fica bem, amiga! Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  7. ~~~
    Eis que, brevemente, terminarão as celebrações

    e, para todos, iniciam-se dias de cinza...

    ~~~ Bela legenda, em prosa poética. ~~~

    ~~~~~ Abraço amigo. ~~~~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  8. Magnífico texto, minha querida amiga, e muito a propósito da quadra carnavalesca que atravessámos.
    Rita, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, texto e imagem em sintonia relativo ao Carnaval que causa encontros, paixões, ilusões e desilusões.
    AG

    ResponderEliminar
  10. e não é a vida um carnaval?!
    saudade e nostalgia nesta prosa poética.
    gostei.
    bom fim de semana.

    beijinhos

    :)

    ResponderEliminar
  11. Olá, Rita.
    Doce prosa repleta de poesia a rimar com melancolia. Há vidas que são "carnaval" a vida inteira ... e nos vestimos ora de Pierrot, ora de Columbina... e lá vamos nos sobrepondo à tristeza.
    Bonito.
    um bjn amg

    ResponderEliminar