Google+ Followers

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

A ti

Foto de https://www.facebook.com/JCarvalhoPhotography/
Disseste um dia que serias céu e mar
E que eu seria o falcão de penas azuis
Esculpido no céu
Também disseste que me amarias,
mesmo lá do alto,
mesmo  durante o silencio do universo
Mesmo durante a saudade da partida
Mesmo durante a morte

Sabias bem amar-me
Porque sabias que o céu te acolheria
Sem que eu conseguisse acreditar na perda
Da vida talvez, do amor nunca

Quando a chuva passar
Ver-me-ás cruzar o céu
Na dança do tempo e do vento

Aquele falcão de penas azuis
A tua ave azul.

22 comentários:

  1. Tão meigo e enternecedor o teu poema, querida Rita!
    Eu vejo-te como uma pomba branca, puríssima, voando ao encontro do paraíso, onde se encontra esse ser amado, o teu "falcão".
    Amores assim, nunca se perdem, mesmo partindo para outras esferas, porque há um mar de verdade e eternidade a envolve-los.
    Acredita que me sinto bem, leve e com muita luz no olhar.
    Deus queira que o que escreveste seja só poesia, só imaginação. Não gostaria que representasse uma realidade. Entendes, amiga?

    Agradeço a tua visita, comentário e votos de Feliz Natal. Estou a pensar publicar a 23 ou 24, portanto, passarei por cá, nessa altura, para retribuir os teus votos e deixar-te um abraço bem afetuoso.

    Beijinhos e resto de boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Para a senhora e para a sua família desejo um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias.
    AG

    ResponderEliminar
  3. O poema é muito interessante!

    Me parece falar de uma partida
    e de alguém que sabia..
    que o céu o acolheria

    E a vida se perdia
    E o amor eterno
    continuaria

    Acredito nesse voar
    no espaço infinito
    quando a chuva passar...

    Depois me diz
    Se encontrou o falcão
    De penas azuis


    Lindo!

    Maria Luísa


    ResponderEliminar
  4. Olá Falcão. Quem bem que te ficam as penas azuis.

    abraço Rita

    ResponderEliminar
  5. Belos fingidores

    artesãos de metáforas

    Bj

    ResponderEliminar
  6. lembrando quem partiu e que nos vela lá do azul.
    muito comovente e belo na sua homenagem.
    um Bom Natal!
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  7. Também aqui ao seu espaço, venho desejar-lhe um Santo Natal, com tranquilidade e paz...

    Um beijinho amigo

    ResponderEliminar
  8. ~~~
    ~ Pungente, porém, belíssimo!

    Restou o conforto da recordação

    de um amor grandioso e imortal...

    ~~~ Dias ternos e plácidos.

    ~~~~~~~ Abraço amigo.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  9. Alimento para um amor eterno, Rita!

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  10. Um pássaro azul a cruzar o céu. O fascínio de ter asas. A memória dos afectos.
    Um belo poema, Rita.
    Desejo um Natal com muito conforto e um Novo Ano com Saúde Paz e Amor.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  11. Belo post, Rita; cheio de poesia, amor, lembranças... e esperança. Feliz Natal, amiga; a você e todos os seus!

    ResponderEliminar
  12. quem ama um falcão azul, não morre jamais

    .

    Feliz Natal, Rita!

    um abraço

    ResponderEliminar
  13. Tão belo, um amor eterno.
    Hoje venho especialmente para desejar um Feliz Natal e um Novo Ano recheado de alegrias, saúde, amor, paz e harmonia tudo embrulhadito em felicidade sem fim.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  14. Uma ave azul cheia de beleza que ultrapassa todas as barreiras, incluindo a morte.
    Lindo!

    Com um "obrigada" pelas palavras de carinho, desejo que o Novo Ano que se aproxima a passos largos traga dias muito felizes, junto da linda família.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  15. Venho desejar Boas festas e que possa ser um Ano Novo,não no calendário, mas dentro das nossas vidas.


    Com um beijinho amigo,

    Daniel (Lobinho)

    ResponderEliminar
  16. A melhor saída é seguir em frente com motivação.
    Feliz Ano Novo
    AG

    ResponderEliminar
  17. A melhor saída é seguir em frente com motivação.
    Feliz Ano Novo
    AG

    ResponderEliminar
  18. O amor deixa-nos traços na memória que jamais se apagarão.
    Excelente poema.
    Rita, gostei imenso de conviver contigo durante o ano que agora acaba.
    Minha querida amiga, desejo-te um FELIZ ANO NOVO, tal como à tua família e aos que te são mais queridos.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Olá, querida Rita!

    Espero k o teu Natal tenha sido bom.

    Desejo-te um BOM ANO NOVO.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  20. ~~~
    Desejo que tudo esteja bem consigo

    e um Ano Novo com tudo de bom.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar