Google+ Followers

domingo, 4 de maio de 2014

Mãe




Eu podia morar nas asas dos falcões

Viver o êxtase das aves solitárias

Rumo ao inevitável caminho do céu

Onde te encontraria, mãe




Eu podia viver o sol purpura entrando na noite

E sentir o brando silêncio trazido pela brisa

No sono da morte deliciosamente misteriosa

Onde te encantaste um dia


Quem sabe ouvir os grilos entoando a melodia 

Que me cantaste num outro tempo

E pedir ao vento que te devolva

Desse secreto e constante sono


Mas, vou viver a tua morte, mãe

E conquistar a tua paz sem chorar a noite





18 comentários:

  1. Encontramos os gestos das mães em tudo quanto fazemos e vivemos porque elas nunca deixam de nos acompanhar. Muito belo e sentido o teu poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Olá Rita,
    Vim agradecer-lhe a gentileza e mimos que sempre me dedica.
    E desejar-lhe um resto de bom e feliz dia da Mãe, se for o caso.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. quanto de nós se explica em cada uma das letras do coração da palavra que aqui homenageias e que, por mais que queiramos, nunca sabemos soletrar na plenitude ?

    bonitos texto e homenagem, rita; bejinho meu!

    ResponderEliminar
  4. No espelho das águas

    tudo é mais claro

    ResponderEliminar
  5. E nas asas dos falcões que no céu voam...na luz do sol que nos acaricia...na brisa fresca...no silêncio da noite, estejas tu onde estiveres, viverás sempre a presença da tua mãe , pois ela não morreu; está sempre presente no significado que teve na tua vida; as recordações que dela tens mantê-la-ão eterna no teu coração. Bela homenagem à mãe, amiga. Um beijinho de grande amizade.
    Emília
    Emília

    ResponderEliminar
  6. Belo e comovente, este teu poema de homenagem à tua mãe.
    Excelente, gostei imenso.
    Tem um bom domingo, querida amiga Rita.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. brando o poema de embalar a noite,

    a Sua mãe

    um abraço, Rita

    ResponderEliminar
  8. Te encontrei entre amigos e me embalei neste poema e sua conquista pela paz. Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Poderias tudo, menos esquecer essa mãe, que estou certo te deu tanto! Meu beijo.

    ResponderEliminar
  10. Vim à procura de mais...
    Mas eu volto.
    Tem uma boa semana, querida amiga Rita.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  11. Um belo e sentido poema!
    Beijinho para si!

    ResponderEliminar
  12. Deixei-me embalar na melodia comovente das suas palavras, Rita.
    Belíssimo!

    Deixo um beijo.

    ResponderEliminar
  13. Minha querida

    São doces recordações que para sempre ficarão dentro de nós, numa doca saudade.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  14. obrigada pela visita.
    espero que esteja tudo bem.
    bom final de semana.
    beijinho

    :)

    ResponderEliminar
  15. Triteza amiga, mas td bem em algum
    lugar bonito ela está, então deixo
    um bjão pra ti

    Bom domingo bjusss

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  16. hello!,I rеally like your writing very muсh! proportion we be in contact more about
    your article on AOL? I neeԀ an еxpert on this house tto resolve my problem.
    Maybe that's you! Taking a loook forrward to
    see you.

    Feel frеe to visit my web blog scaffold solutions

    ResponderEliminar