Google+ Followers

domingo, 10 de junho de 2012

Vivo para te ver caminhar para mim

 




Eu vivo para te ver caminhar para mim
Silhueta púrpura com perfume a mar
E no sorriso inocente a virgem sabedoria
De quem ama por simplesmente amar

Vivo pelas tardes de te ver chegar
Atracar nesse porto trazido pelas marés
Onde me guardo nessa doce maresia
Deixando-me apenas e só ser saudade

Contemplo no horizonte a tua ausência
Sentada nas pedras do porto onde te espero
Até tudo ser apenas mar

25 comentários:

  1. "...
    Sentada nas pedras do porto onde te espero
    Até tudo ser apenas mar"

    palavras de uma grande beleza, Rita!

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  2. Amada.
    Um beijão e pegue o seu SELINHO
    aqui na minha página e poste aí no seu Blog.
    Cheiros
    Eu! Leilinha

    ResponderEliminar
  3. A espera é melancólica, ainda que, diante de nós, se descortine a beleza. Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Uau, que linda poesia. Tudo pode ser mar! abraços

    ResponderEliminar
  5. Um viver recheado de saudades e esperanças na alma...beijos de boa semana pra ti amiga.

    ResponderEliminar
  6. Um poema belíssimo Rita!

    Beijos
    Sónia

    ResponderEliminar
  7. vivo pelas tardes

    e tanto mar

    um beijo, Rita

    ResponderEliminar
  8. "Viver é ansiar a felicidade possível e a impossível."

    Beijo meu.

    ResponderEliminar
  9. Olá, Rita... muito lindo este poema, de quem vive à espera de um sorriso que ame simplesmente por amar... quem espera sempre alcança :) Um beijinho e obrigada pelo carinho!

    ResponderEliminar
  10. Muito bom o poema.Penso que sabe que eu adoro poesia, todavia
    não a consigo criar. Também não sei se sabe que tenho um blogue
    http://sinfoniaesol.wordpress.com onde insiro poesia que me é
    cedida(com os devidos créditos)teria muito gosto em colocar
    uma sua, se me der autorização.Basta um comentário.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  11. Anjo!!! O bom de sermos amigos é que não importa como somos , o que fazemos ou onde estamos;
    O que importa mesmo é sabermos que somos amigos e que a nossa conexão é mantida pelo pulsar do nosso coração !!
    Uma linda noite dos namorados muito amor no coração.
    Obrigada pelo carinho pela presença constante
    no meu blog minha linda amizade.
    Beijos saudades receba meu carinho.
    Evanir..Tem presente na postagem ..

    ResponderEliminar
  12. Olhar o mar da saudade numa espera de ver chegar.
    O amor será um mar que cresce e se afasta ao sabor das marés.

    ResponderEliminar
  13. Amar por amar, pois claro que é o melhor amor que há...
    Excelente, gostei imenso.
    Rita, querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Gostei muito deste poema. Mar e amor, para mim, estão intimamente ligados. Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. muito belo, talvez o melhor poema teu de todos os que já li.

    também gostei muito da foto.

    um beij

    ResponderEliminar
  16. Uma espera, que revela a eterna procura
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderEliminar
  17. amar por amar. que tudo nos seja mar.

    sensações líquidas em eco recursivo.

    beijinho!

    ResponderEliminar
  18. Minha querida amiga, inseri hoje no meu http://sinfoniaesol.
    wordpress.com este seu poema.
    Agradeço imenso a sua disponibilidade.
    Um grande beijinho e bom domingo.
    Irene

    ResponderEliminar
  19. Rita, vim à procura de novidades...
    Minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  20. Bom dia, Rita. Um poema belíssimo onde a tua espera não tem hora marcada e sim um encontro, uma junção entre o mar e você à espera eterna do amor!
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderEliminar
  21. Muito profundo o viver para o ver chegar...
    Vem com um sorriso inocente, virgem e com o sabor a mar...
    Tanto azul, tanta saudade, até a uma outra tarde em que ele vai voltar a chegar...
    Parece ser um lindo amor escondido.
    Gostei muito.

    ResponderEliminar