Google+ Followers

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Outono




Estás sentado na tua cadeira onde te despedes do tempo, esse tempo que o Outono leva nos ventos do norte.

Dessa cadeira onde a melancolia te balouça, os sinos te despertam para as ave-marias, onde a tua alma se recolhe num misto de remorso e paz, e rezas que o falcão te leve, numa dessas alvoradas trajadas de cristais.

As folhas caem naturalmente, e esse Outono te toca, quando fechas os olhos e te entregas, numa metamorfose que não deixa morrer.

16 comentários:

  1. Quem dera que este outono me leve...

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito deste texto, remete-nos para mais do que uma realidade. O outono da vida, a caminhada suave de despreendimento físico. As memórias. Obrigada pela sensibilidade tão vincada neste texto. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Outono é quase sempre perda...

    por isso é que temos de resistir ao tempo.

    um dia deste é Primavera.

    beijinhos Rita

    ResponderEliminar
  4. AS folhas caem nesse outono da alma,,,e com elas se vão os mais perfeitos sentimentos....beijos amiga e um belo final de semana pra ti...

    ResponderEliminar
  5. Rita Quase o mesmo pensamento amiga.
    O Outono é mais um exemplo do ciclo da vida temos que morrer para voltar a nascer.
    um beijinho
    obrigada pela visita e passa no meu blogue de dedais tem roupagem nova

    ResponderEliminar
  6. Um belo sábado pra ti minha amiga,,,,beijos e flores...

    ResponderEliminar
  7. O Outono é bom para quem ama. Gostei.Bj.
    Bom fim de semana.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  8. É verão sempre que nós quisermos...
    Belo texto, gostei.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  9. Fico feliz em perceber que certas pessoas,
    como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
    Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
    melhor de todos os passageiros.
    Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
    e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
    com certeza,o vagão é o mesmo.
    Com saudades desejo um feliz Domingo,
    beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
    A Viagem..

    ResponderEliminar
  10. .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
    ✫. `⋎´ ✫❤✫..
    (⁀‵❤⁀,) ✫✫✫Bom dia de domingo✫.❤
    O verão é sempre assim, gostei
    do texto minha linda, é o que sempre
    queremos
    Abraços com carinho
    Bjuss
    Rita!!!
    (⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤

    ResponderEliminar
  11. Sim, imagino-me sentada nessa cadeira... A acolher a melancolia...

    Beijos

    ResponderEliminar
  12. sentados,
    somos outono, falcão e cristais da madrugada do tempo

    tocante

    um abraço,Rita

    ResponderEliminar
  13. E o começo de uma estação é sempre uma despedida; as folhas se despedem das árvores..o sol se despede dos dias...o verde se despede dos jardins; o tempo se despede do Verão e um novo ciclo começa.. Assim é a nossa vida também...a cada começo o dia se despede da noite para mais tarde voltar a receber o breu que a noite carrega. É um constante começar de novo a vida de todos nós; um começar novo e sempre diferente. Um beijinho, amiga e espero que tenhas uma bela semana. Gostei muito deste teu Outono; é bela esta estação, embora eu não goste do que ela anuncia...o frio.
    Emília

    ResponderEliminar
  14. O tempo parece ter arrecadado os nossos sentimentos e o outono brinca com eles como se fossem pérolas que brilham ao luar.

    ResponderEliminar
  15. Agradeço a você por sua amizade tão especial,
    e por me fazer sentir que sou alguém
    com quem você se importa.
    Agradeço a você por todas suas visitas,
    embora muitas vezes não consigo fazer visitas
    sua presença é marcante no meu blog.
    Deus lhe de uma semana abençoada beijos paz e luz,Evanir.

    ResponderEliminar
  16. Neste mundo de "internauta", sempre buscamos afinidades na maneira de pensar (assim, é comigo).Hoje, vi um comentário seu no "Começar de Novo" e cliquei no seu nome. Mesmo sem ter o Outono (perfeito) na minha ensolarada terra (Nordeste do Brasil), gosto dele, gosto das prosas, das poesias e imagens que nascem dessa bela Estação chamada Outono. Seu OUTONO me tocou, Rita...Hei de voltar!
    Um abraço,
    da Lúcia

    ResponderEliminar