Google+ Followers

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Momentos de estranha lucidez



Nestes momentos de estranha lucidez, em que consigo distinguir entre o real e a fantasia, metáforas da vida ou simples realidade distorcida, formas de olhar e de saber, enxergo de repente a arrogância da humanidade.
Momentos de estranha lucidez, intérprete de diversas linguagens, onde o mais indígena se torna na maior verdade, onde a mais actual arrogância se torna na maior ignorância, e eu, qual alucinada de sonhos e fantasias, mergulho em mais uma cegueira temporária, como se a verdade não pudesse ser real.

Como se a verdade não pudesse ser real…

9 comentários:

  1. Olá, Rita!

    Gostei deste teu belo texto, "Momentos de estranha lucidez". Parabéns.
    Uma boa continuação da semana.
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  2. A verdade existe
    mesmo de olhos fechados
    em vagarosos instantes

    ResponderEliminar
  3. Como tu compreendo, Rita...

    A realidade e a ficção cada vez se misturam mais...

    abraço

    ResponderEliminar
  4. Rita
    como este texto está tão lúcido... é mesmo isso que está a acontecer.
    boa semana.
    beijos
    :)

    ResponderEliminar
  5. Olá, Rita!

    Estás tão gira na foto de perfil do teu blog! Simples, prática, mas pareces-me pensativa. Não vale a pena, miúda!

    O teu texto está excelente, como sempre, mas não te maces a entender o mundo, seus devaneios, verdades, poucas, e mentiras. Infelizmente, tu, nem outros como tu irão mudar o mundo, portanto, caminha e não faças da vida um sofrimento. Toda a gente tem este ou aquele problema e ninguém foge desta "regra".

    Beijos e dias felizes.

    ResponderEliminar
  6. Olá, arrogância sinonimo de ignorância, ao contrario, a humildade é sinonimo de inteligência, só com humildade se pode compreender as causas e corrigi-las.
    Gostei muito da foto, é fantasista nas cores e na luz, está perfeita.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar
  7. Momentos de lucidez. E o chão foge-nos debaixo dos pés pois a inorância é sempre arrogante e o que acontece parece impossível de acreditar...
    Gostei muito do texto e da fotografia.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  8. pois é estranha a lucidez, por isso a procuramos

    e estranhos os homens e as suas faces mais cinzentas

    e às vezes, encontramos a luz


    um abraço, Rita

    ResponderEliminar