Google+ Followers

segunda-feira, 16 de março de 2015

Outra visão


 
Foto de https://www.facebook.com/#!/JCarvalhoPhotography?fref=photo
 
 
 


Caminhei em busca de um outro prisma

Subi a montanha procurando o espaço entre a terra e o céu

Sentindo e leveza da distância que me fazia compreender

A verdade

A linguagem das cores

Descrita com sonoridade pela beleza que me descrevia a natureza

E mais subia na frescura do orvalho e escolhia ser luz

Até me encontrar encontrando-te

Até viver vivendo-te

18 comentários:

  1. ou seja, uma boa caminhada.

    abraço Rita

    ResponderEliminar
  2. Olá, querida Rita!

    Agradeço a tua visita e comentário.

    Vou começar pela imagem: lindíssima. O mar tocando a linha do horizonte com mito céu.

    O teu poema, ou prosa poética, talvez, é subtil, mas muito viva e significativa. Caminha, caminha, até encontrares aquilo que procuras e te faz feliz, que te faz ser/sentir luz, e deixa-te perder, encontrando-te.

    Boa semana!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Não tem como não encontrar algo nessa bela imagem.
    Cada um achara um pouco do que procura.
    Lindo poema.
    Bela semana.
    Janicce.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde, caminhar com objectivo de encontrar o que se procura é quase sempre possível, o poema é lindo.
    AG

    ResponderEliminar
  5. ~ ~ No alto da montanha...
    ~ Um encontro especial, uma premonição de vida feliz.

    ~ ~ ~ Belo poema. ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  6. caminhar ao encontro da luz (ou da paz) é sempre bom e apaziguador.

    beijo

    :)

    ResponderEliminar
  7. Até me encontrar encontrando-te

    _E será que o encontro não é um desencontro!

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderEliminar
  8. "Só quem sobe à montanha toca o céu", disse Torga. E encontra a luz procurada, digo eu...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Olá, querida Rita!

    Hoje, Dia Mundial da Poesia, estás, inteiramente, de parabéns!

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  10. E nada melhor que vivir vivindo a quen amas...

    Aperas dende Galicia.

    ResponderEliminar
  11. Como sempre te elogio belo belo
    que tem por aqui, um prazer ler e gostar


    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  12. Do alto da montanha vejo melhor.
    Encontrar-se no outro, viver no outro: perigoso mas fundamental.
    bj amg

    ResponderEliminar
  13. É fascinante estar junto as montanhas e seu poema leva-me até lá.
    Muito bonito,Rita.
    meu abraço

    ResponderEliminar
  14. Um caminhar expectante, em busca da certificação do rumo...
    Tão bem, Rita!

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  15. Belo poema e uma grande verdade: muitas vezes, a distância nos faz compreender a verdade e a linguagem das cores! Boa semana, amiga.

    ResponderEliminar