Google+ Followers

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Espera


Fotografia de https://www.facebook.com/#!/JCarvalhoPhotography


 
Talvez se eu esperar o tempo parar

Tu chegues com o sol no olhar

E eu exista na tua pele

Ainda que enrugada por marcas de vida


Mas,

 todos os dias na hora marcada

Procuro respostas de ti na areia

E deito-me despida, vazia, caída

Alheia que estou à próxima maré



Lancei raízes pelo oceano

E só para ti nasceram as rosas



 
 
 

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Estações

Fotografia de https://www.facebook.com/#!/JCarvalhoPhotography



Pregada na estação

A viuvez trazida no som dos carris

A saudade dorida na lenta espera

 

E esse comboio que não te encontra nas estações perdidas

Herói errante

Caminhante da vida

 

Desperta-me a melodia longínqua de um acordeão

Trazendo-me um velho tango

Numa dança mesclada de tristeza e paixão

 

No vazio entre um e outro comboio

Surpreendi a lua na estação vazia

E fugi,  para curar a dor