Google+ Followers

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Minha história



Com cal e sal construí a casa da minha história
Com sol e lua pintei os anos da vida
Criei o meu conto, o meu sono, o meu lar
Nesse era uma vez que continua
 
 
Colori a ficção quando o dia nascia

Manchei a verdade quando via palácios
Deixei que a chuva me crivasse de lágrimas
Deixando-me esculpida na terra molhada
 

E eu que me supunha tão pobre
Deixei o amor rabiscar o meu conto

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Hoje quero só sossego

Fotografia de https://www.facebook.com/#!/JCarvalhoPhotography



Hoje quero só sossego.
 

Quem disse que quero ser feliz?
 

Quero apenas ser,

e nesse querer ser vou em busca de mim


Hoje quero a liberdade da criança

Aquela que vivia em busca de nada

Apenas querendo ser alegria
 

Hoje quero só sossego

Como se vivesse o último domingo

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Sonho

Fotografia de https://www.facebook.com/#!/JCarvalhoPhotography?fref=ts

 
Talvez eu não fosse senão um sonho e tu alguma forma de energia que me envolvia nas insónias que rondavam as noites.

Na nossa floresta havia flores e céu e acordava-me o cheiro dos lírios com a fome de vida roçando-me a alma.

E se não somos senão sonho com um sonho de viver, esquecidos do tempo e do espaço, vivendo num lento entardecer, mergulhados numa felicidade tépida?

Talvez envolvendo-te no meu choro fazendo-te o meu eco, a floresta te devolva lembrando-me de viver.